O que a gente faz?

Atuamos em 4 grandes grupos de trabalho, Marketing, Tecnologia, Conteúdo e Desenvolvimento Humano.
Entendemos que somente com a união destas grandezas, fundindo o trabalho de uma na outra, podemos conferir de fato resultados concretos de nosso trabalho, assegurando que o trabalho do começo ao fim seja executado e monitorado por cada um dos especialistas envolvidos, junto ao cliente e ao consumidor.

icon-marketing-black
icon-tecnologia-black
icon-conteudo-black
icon-humanas-black
icon-marketing-red

Marketing

  • Branding e concepção de mercado
  • Marketing digital e tradicional
  • Canal Youtube
  • CRM com captação de Leads
  • Vídeos para redes sociais
  • Robôs de engajamento
  • Design Thinking
  • Learning Experience

Marketing 3.0 ou 4.0?

Caminhamos para o marketing 4.0, onde a inserção de novas tecnologias e a utilização da internet no dia a dia estão moldando nossos comportamentos e afetando todos os setores da sociedade.

Essa nova fase mostra um aprofundamento das características do Marketing 3.0, tornando-se ainda mais centrado no cliente.

O Google se tornou a referência em mecanismo de buscas pela internet,  revolucionando a maneira como as pessoas procuram por informações, produtos e serviços.Colocar um link para o site da empresa na primeira página de uma busca realizada pelo seu cliente pode ser a diferença entre ele comprar o seu produto ou ir para a concorrência.No entanto, para conquistar esse posicionamento, a empresa deve entender, profundamente, o que os clientes buscam na internet, suas dores, problemas e dúvidas.E, baseado nessas informações, investir em um site ou blog responsivo, com conteúdo de qualidade relacionado aos anseios das pessoas.É esse trabalho que vai fazer com que a sua empresa se destaque dos concorrentes e consiga atrair mais atenção para os seus produtos e serviços.

Está cada vez mais difícil capturar a atenção das pessoas e mantê-la o tempo suficiente para convencê-la sobre algo. Conseguir estabelecer um diálogo e fidelizar a atenção das novas gerações é cada vez mais desafiador para as marcas e empresas. E esse desafio parece só aumentar a cada ano.Televisão, rádio e TV a cabo já não atingem boa parte do público jovem e as marcas estão tendo de aprender rapidamente a construir novas formas de construir confiança em novos canais de comunicação.Nesse cenário, as redes sociais se tornaram os novos canais de comunicação em massa, com viralizações de vídeos e surgimento dos influenciadores digitais, personalidades que influenciam comportamentos e impulsionam marcas, produtos e serviços.Por estes motivos, todas as informações sobre o seu negócio devem estar claras, atualizadas em tempo real e objetivas, atraindo um consumidor que está sempre se distraindo com algo novo.

A internet também possibilitou uma revolução no mercado de prestação de serviços, impulsionando o surgimento de aplicativos e empresas que oferecem desde hospedagem em casas de família, passando por caronas compartilhadas, até pesquisas em tempo real para qualquer coisa que você necessite.É a era da prestação de serviços inovadores, compartilhados e colaborativos, criados por startups que estão revolucionando segmentos tradicionais de mercado. Amazon, Netflix, Uber, AirBNB e Spotify são alguns dos exemplos mais comuns.

O que é o Marketing 4.0?

Marketing 4.0 é a consequência da revolução digital.

As empresas continuarão a fazer marketing tradicional, centrado na TV e na mídia impressa, mas o marketing digital, representado pelas mídias sociais, mobile e internet, aumentará cada vez mais.

Para se manter no mercado, as empresas precisarão saber como misturar e conectar seu marketing tradicional com o marketing digital. E vencer o desafio de envolver um público cada vez mais sem tempo e impactado por inúmeros estímulos.

Esse comportamento dos consumidores os coloca em uma posição de advogados das marcas, tanto relatando experiências de hospedagem pelo Airbnb, quanto buscando referências digitais para escolher onde jantar numa cidade em que se está viajando.

O tradicional e o digital estão conectados.

icon-tecnologia-red

Tecnologia

  • Lojas virtuais
  • Blogs
  • Sites corporativos
  • Portais
  • SEO
  • Google Meu Negócio
  • Saúde digital
  • Reputação digital
  • Otimização de desempenho
  • Robos de interação sociais
  • Cloud hosting
  • Google Gsuite
  • Google Search Console
  • Google Analytics
  • Facebook Business
  • WhatsApp Business
  • Instagram Comercial
  • Growth hacking

Marketing e Tecnologia

Falar de tecnologia não é difícil, qualquer criança de 5 anos já consegue balbuciar um limitado vocabulário que possui termos como “app”, “baixar”, “gamer”, inclusive, são estes mesmos jovens que frequentemente são chamados de  “os experts em tecnologia doméstica”, mas não podemos caracterizar este tipo de tecnologia de usuário final com a que lidamos num ambiente de marketing.

Fornecer tecnologia para marketing é quase um pleonasmo, afinal, em tempos de marketing 4.0, o uso massivo de tecnologia é uma primícia, são conhecimentos que vão de aprendizado de máquina (machine learning) com poderosas análises de big-data, à infra-estrutura de servidores Cloud e suas minúcias para suporte à um grande volume de tráfego de visitantes.

Para facilitar o processo de compreensão das grandezas adquiridas pelos clientes, agrupamos as tecnologias em espaços estratégicos de trabalho, desta forma é possível aplicar um coquetel de ações para uma respectiva etapa de maturidade de marketing do negócio:

  • Nascimento
  • Reconhecimento
  • Autoridade

Coquetel de ações

Nesta etapa, o preceito é de fato o nascimento de um negócio para o mundo digital e tecnológico, é quando a empresa ainda não possui o aparato inicial para estar presente no mundo digital.

Efetuamos o setup digital do negócio, que compreende:

  • Definição das personas fundamentais de trabalho, visando a comunicação correta com o meio que interage, identidade virtuais coesas com o propósito do negócio com base em seu público consumidor definido. (esta etapa pode ocorrer a qualquer momento do processo de branding).
  • Criação do ambiente de Cloud Hosting.
  • Desenvolvimento do site, portal ou loja virtual.
  • Ligação do site com todas as plataformas de análises.
  • Saúde digital: Criação ou readequação de todas as redes sociais, nomenclaturas e referências de contato e localização.
  • Setup de todas as contas de anúncios no Facebook e Google.

Neste estágio, identificamos a existência do negócio no mundo digital, mas ainda não atua adequadamente, ou possui lacunas no processo de execução das etapas fundamentas.

As ações neste ponto são:

  • Saúde digital: Readequação de todas as redes sociais, nomenclaturas e referências de contato e localização.
  • Setup de todas as contas de anúncios no Facebook e Google.
  • Reformulação do site se necessário.
  • Trabalho intenso de SEO.
  • Desenvolvimento de conteúdo válido para o site e redes sociais.
  • Configurações de robôs de atendimento.
  • Configuração de plataforma de disparo de mail marketing.
  •  

Esta é a etapa que provavelmente vai gerar mais resultado, pois diagnosticou-se que as anteriores ainda não deram aquele “boom” nos negócios, o blog ou as redes sociais ainda não possui muitos seguidores, a loja ainda não vendeu como deveria, a empresa ainda não é uma das primeiras nas pesquisas do Google, este é o momento de conquistar sua autoridade.

Aqui entram em ação ferramentas poderosas de Growth haking, remarketing, conteúdo estruturado para o site, SEO, robôs de interação social, criação de funil de vendas, mail e sms marketing massivos, é a hora de inundar o cotidiano das pessoas com o valor da sua marca.

Testes A/B ocorrem também nesta etapa, desenvolvimento de Landing Pages de captação de Leads, E-books, Cursos online, canal no Youtube para validar seus processos e produtos, é um mix poderoso de produção de conteúdo e entendimento das tecnologias envolvidas, tudo em nome da sua REPUTAÇÃO DIGITAL.

O marketing aqui é a matéria prima, tudo tem que ser minuciosamente planejado e executado, nada de amadorismo ou achismo, é pura análise, entendimento e ação.

icon-conteudo-red

Conteúdo

  • Facebook
  • Instagram
  • Blogs
  • Sites corporativos
  • SEO
  • Mídias
  • Fotografia para lojas virtuais
  • Fotos com drone
  • Fotografia e cobertura de eventos
  • Comerciais e vídeo empresa
  • Vídeos para canais digitais

Conteúdo digital de qualidade

Conteúdo de qualidade nada mais é do que aquele que traz resultados reais. (Larry Kim)

Um dos maiores problemas é acreditar que nosso conteúdo é fantástico apenas por ele ser incrível.

O que é de fato resultados reais?

  • Artigos que rankeam bem nos buscadores;
  • Trazem um bom volume de visitas;
  • Conteúdos que são capazes de gerar leads para sua empresa;
  • Conteúdos com a capacidade de transformar um visitante em cliente.

“Resultados que importam para sua empresa e não apenas para o seu ego.”

fonte: https://rockcontent.com/blog/conteudo-de-qualidade/

Conheça quem verá seus conteúdos

Isso ajuda na pesquisa de público-alvo, na qual é possível conhecer detalhes a respeito dos hábitos de consumo do seu público. E não para por aí, envolvendo também aspirações, objetivos, comportamento. Assim, fica muito mais fácil iniciar uma conversa com este público, uma vez que eles vão se identificar com os assuntos tratados em seu site ou blog. Há pesquisas mostrando que o usuário só entra em contato com a empresa já em 50% ou 70% do processo de compra, ou seja: eles pesquisam muito e dispensam rapidamente sites desinteressantes ou pobres em conteúdos – justamente por não ter aquele “algo a mais”.

Fonte: http://www.postdigital.cc/blog/artigo/como-produzir-conteudo-de-qualidade

Conteúdo offline de qualidade

Concebemos que “offline” é tudo aquilo que não precisa de um dispositivo interativo para ser consumido e distribuído, os melhores exemplos disto são Outdoors, revistas, impressos, mas entram também mídias como TV, Rádio e veículo de som, e similares.

“Nem só de redação publicitária vive o conteúdo offline.”

A informação compartilhada em cada meio é fundamental para nutrir seu público alvo com o desejo da continuidade no processo de conversão, por exemplo: não transfere-se 100% do conteúdo de um site para um flyer de combate, deixa-se um link, telefone, e se você for esperto, um QRcode para continuidade do processo de geração do lead, partindo de um meio offline.

Gerar um conteúdo de qualidade para cada um dos meios offline não foge a regra do online, é preciso:

Conhecer quem vai ler seu anúncio ou conteúdo, exatamente como no digital.

Dimensionar adequadamente o volume de informação a ser consumido e memorizado em cada mídia.

Dimensionar adequadamente o volume de informação a ser consumido e memorizado em cada mídia.

Outdoor e Busdoor são diferentes de cartões de visita e jornais, sua função é comunicar com impacto e eficiência uma idéia central, se possível até em contexto de benefício de uso do produto do anúncio, antes mesmo até do objeto do anúncio. 

Panfleto não é jornal, nada de dar notícias da semana neste tipo de material de combate, ele serve para ratificar uma campanha multicanal em andamento, sempre parceiro de uma ação de marketing envolvendo rádio, outdoor ou tv, se não estiver neste contexto, não gaste dinheiro com isso.

TV indoor, TV aberta, rádios e veículos de som, são muito eficazes, acerte no tempo e no volume de informação distribuída em cada um dos canais, são públicos em momentos diferentes com tempos distintos.

icon-humanas-whit

Humanas

  • Desenvolvimento de pessoas
  • Gestão de atendimento especializado
  • Atendimento ao cliente
  • Vendas com PNL
  • Desenvolvimento completo em Coach personal, professional e business
  • Palestras
  • Eventos
  • Masterclass
  • Workshops

O que é coaching

“Coaching é um processo de assessoria pessoal e profissional que visa elevar o desempenho de um indivíduo, times ou empresa, para que alcancem resultados superiores e positivos. Por meio de metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente validadas, aplicadas por um profissional habilitado (o coach), em parceria com o cliente (o coachee).”

Qual a diferença entre coach, coachee e coaching?

O coach é o profissional apto e conhecedor de técnicas e ferramentas que visam promover o desenvolvimento humano. Coachee é o nome dado ao cliente ao qual é aplicado o processo de coaching.

Como o processo coaching pode me ajudar a ter resultados superiores e positivos?

Com ele, é possível entender como nós pensamos, sentimos, reagimos, aprendemos, mudamos e evoluímos. O foco das estratégias de coaching abrange, entre outros fatores, o aprofundamento da autoconsciência do cliente (coachee), por meio de ações contínuas de aprendizado. Essas ações têm como base estudos da Psicologia Cognitiva, da Psicologia Comportamental, da Psicologia Positiva, das Ciências Organizacionais e da Neurociência, além de conceitos da Filosofia, da Educação e de Administração (negócios, processos e liderança).

Não confunda coaching com outras práticas.

No mercado existem outras práticas que, constantemente, são comparadas com o processo coaching. 

As distinções entre coaching e outros métodos não tem como objetivo ressaltar um procedimento em detrimento de outro. Elas serem apenas para orientaer a atuação do coach e fornece subsídios para que ele possa esclarecer possíveis dúvidas de seus clientes.

Coaching é psicoterapia

Coaching não é consultoria, mentoring e aconselhamento

Coaching não é autoajuda